"É uma grande derrota da direita em Portugal"

Na reação às Europeias, Carlos César destaca uma "grande derrota" para o PSD e o CDS e lança, desde já, as legislativas de outubro.

Carlos César destaca uma "grande vitória do PS" nestas eleições Europeias que é, ao mesmo tempo, "uma grande derrota do PSD e uma grande derrota do CDS. É uma grande derrota da direita em Portugal".

O presidente e líder parlamentar do PS assumiu que o partido está "satisfeito" com os resultados indicados pelas projeções, que "dão razão ao PS no seu empenhamento por uma Europa mais forte, mais unida, mais coesa, mais atenta às desigualdades e sensível às temáticas do nosso tempo".

Apontando já às legislativas de outubro, o presidente do partido destaca ainda o "entusiasmo e a energia" que os socialistas ganham para as disputar "com uma vitória".

Sobre o valor elevado da abstenção, Carlos César destacou a necessidade "imperiosa de não deixar nas mãos de poucos aquilo que são decisões que dizem respeito a muitos".

Os socialistas garantem que vão manter-se "centrados no país" que mais desejam: "Influente no plano europeu, beneficiário da solidariedade europeia e com benefício para todos os portugueses."

Questionado sobre a estratégia para as próximas legislativas, Carlos César garante que o PS vai pedir aos portugueses "que façam um juízo sobre os resultados da sua governação", mantendo o diálogo com os restantes partidos.

"A votação que hoje o PS tem no nosso país, confirmando-o como o maior partido português e um dos maiores partidos socialistas e sociais-democratas da Europa, reforça a posição do PS na liderança de uma frente de progresso, pró-europeia e de aprofundamento democrático na UE", concluiu.

Siga aqui, ao minuto, a noite das eleições Europeias 2019.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados