"António Costa não serve Portugal, serve-se de Portugal"

Para Assunção Cristas, António Costa "está a fazer uma campanha eleitoral à custa de todos" os portugueses, "mas para ser presidente do Conselho Europeu".

A líder do CDS-PP, Assunção Cristas, acusa o primeiro-ministro, António Costa, de já estar com os olhos na Europa para alegadamente ser presidente do Conselho Europeu e "não ter de reparar os estragos" da sua governação.

"Os olhos" do chefe do Governo e secretário-geral socialista "já não estão aqui porque não lhe interessa", estão "na Europa e na presidência do Conselho Europeu", afirmou Assunção Cristas, num jantar-comício no mercado de Cascais, no distrito de Lisboa, com centenas de simpatizantes e militantes do CDS-PP, um dos maiores de toda a campanha eleitoral centrista para as europeias de domingo.

"António Costa não serve Portugal, serve-se de Portugal", acusou perante uma plateia onde estavam deputados, ex-governantes e dirigentes nacionais do CDS-PP, incluindo Paulo Portas, antigo presidente do partido, um dos convidados a falar no jantar.

Para Assunção Cristas, António Costa "está a fazer uma campanha eleitoral à custa de todos" os portugueses, "mas para ser presidente do Conselho Europeu".

Logo a seguir, a líder dos centristas fez a pergunta e deu a resposta para explicar por que motivo António Costa tem "os olhos na Europa".

"Para quê? Para não ter de reparar os estragos da governação", afirmou, acusando ainda o primeiro-ministro de só lhe interessar "a sua própria carreira".

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de