nacional

Escritora Ana Margarida de Carvalho é a mandatária da CDU para as europeias

A escritora e antiga jornalista vai ser a mandatária nacional da lista da Coligação Democrática Unitária (CDU) ao Parlamento Europeu, que junta o PCP, "Os Verdes", a Associação Intervenção Democrática e cidadãos independentes.

"Estou muito entusiasmada. Pessoalmente, é uma honra entenderem que posso contribuir para valorizar esta candidatura. Politicamente, é uma lista que faz falta na Europa e para a Europa, pois os deputados da CDU têm uma tradição de combatividade e de luta pela dignidade humana, pela democracia e pela liberdade, um património histórico há muito conhecido", disse Ana Margarida de Carvalho.

PUB

Segundo a romancista e guionista de 50 anos, filha do também autor Mário de Carvalho e licenciada em Direito, o conjunto de candidatos já conhecidos é "uma lista muito valiosa e bem construída pela sua heterogeneidade, com pessoas de varias proveniências, profissões, idades".

"Há três mulheres nos cinco primeiros lugares, num elenco muito fiável, uma lista que se renova. Estes são deputados que dão sempre garantias às pessoas que votam neles de que não estão ali só por estar, mas pela proteção do país face às lógicas de submissão que nos querem impor", destacou a ex-jornalista da revista Visão.

A autora sublinhou tratar-se de "uma lista que se diferencia das dos outros partidos, com provas dadas, em que as pessoas estão na política de forma comprometida com uma causa e um ideal e não por interesses ou motivos de remuneração".

O rol de nomes da CDU para as eleições europeias de 26 de maio é encabeçado pelo eurodeputado comunista João Ferreira, seguindo-se a linguista Sandra Pereira e o também deputado em Estrasburgo João Pimenta Lopes.

O primeiro elemento dos ecologistas, a professora e dirigente do PEV Mariana Silva, surge em quarto posto, enquanto a deputada Diana Ferreira completa o quinteto do topo da lista.

  COMENTÁRIOS