O minifundiário que se quer ver livre da grainha

Diz que é "apenas minifundiário", mas aproveita todas as oportunidades que pode nesta campanha para dar mostras do "know how" de agricultor...

Na "monda verde" na Herdade do Vale da Rosa, no Alentejo, Nuno Melo deu uso à tesoura para se livrar da "grainha" das fake news, que tanto incomodam o CDS, e garantir que o trabalho que realizou como eurodeputado foi chão que deu uva, apesar das críticas dos "falsos rankings" que preferem a "influência" dos eleitos de Bruxelas...

E esse, garante o candidato centrista, é chapéu que fica perfeitinho nas cabeças do PS "e dos almoços e jantares pagos a jornalistas"...

Continuar a ler