Rangel assume "responsabilidade" e critica "nacionalização" da campanha

Principal candidato do PSD ao Parlamento Europeu diz que "só houve uma figura do PS na campanha e até na pré-campanha".

O cabeça de lista social-democrata dá a cara face a um resultado menos positivo do PSD nestas Europeias. Os social-democratas alcançaram uma percentagem que deve situar-se perto dos 22%, elegendo quatro eurodeputados.

"O partido não alcançou o objetivo que fixou para si próprio, mas aumentou o seu peso eleitoral -- fomos em coligação [em 2014] -- mas esse aumento não se traduz na eleição de mais um eurodeputado", afirmou Paulo Rangel, em declarações aos jornalistas, nas quais felicitou o PS pela vitória nas europeias.

"A diferença é realmente uma diferença grande", admite Paulo Rangel, dizendo que, quer o partido e o cabeça de lista "assumem a responsabilidade". O eurodeputado admitiu ainda que o partido não passou a mensagem pretendida, numa referência às políticas do Governo socialista.

"Houve uma espécie de nacionalização da campanha tomada pelo primeiro-ministro e isso dificultou a passagem da mensagem europeia", atirou Rangel na reação aos resultados.

"Só houve uma figura do PS na campanha e até na pré-campanha", defendeu o cabeça de lista social-democrata.

Questionado sobre o futuro político de Portugal, e com as legislativas de outubro já a entrar em cena, Rangel lembrou que "só um astrólogo" pode saber o que aí vem.

Recordando 2009, o social-democrata lembra que "o PSD ganhou as Europeias, o PS ganha as legislativas e depois vêm as autárquicas e o PSD ganha".

Rangel garante que os resultados negativos podem criar uma outra "dinâmica" nos partidos porque a "missão que não foi cumprida" pode motivar o partido.

"Os deputados europeus eleitos pelo PSD estarão ao serviço de Portugal no Parlamento Europeu, tenho a certeza que merecerão a confiança de todos aqueles que neles votaram e saberão representar todos os outros, o coletivo dos portugueses que não votaram no PSD", concluiu.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de