"Somos todos heróis"

Foi com esta frase referente às PME que começou o II Encontro dos Prémios Heróis PME, organizado pela Yunit e Victoria Seguros, na doce cidade de Aveiro.

Mais um dos "Encontros Yunit Heróis PME, hosted by Victoria Seguros" aconteceu esta quarta-feira, dia 27 de fevereiro, no Hotel Meliá Ria, em Aveiro. O tema deste II Encontro foi a Internacionalização das PME e a mesa redonda contou com os nomes de Pedro Magalhães, Diretor de Relações Internacionais da CCIP (Câmara do Comércio e da Indústria Portuguesa), Eduardo Taborda, CEO da Syone, e Diogo Vasconcelos, Consultor de Internacionalização da Yunit. Já o moderador, neste encontro, foi Miguel Silveira, da Direção Norte da Victoria Seguros.

Para além destes convidados, esteve presente Gabriel Costa, CEO do CMM (Centro Médico da Murtosa), e vencedor da edição anterior do Prémio Heróis PME. Num ambiente de troca de histórias, Gabriel abriu o debate referindo que "esta iniciativa tem permitido dar visibilidade a quem se destaca no seu setor", referindo-se a todos os pequenos e médios empresários como heróis.

Depois do mote lançado por Miguel Silveira de que um dos sinais positivos de internacionalização é é sentido precisamente na região de Aveiro, referindo que o distrito "representa 7% da população nacional, mas 13% da exportação do país", os convidados discutiram sobre vários assuntos referentes à internacionalização das PME, nomeadamente sobre os desafios e fatores de sucesso.

De acordo com Pedro Magalhães, "assistimos cada vez mais a uma maior consistência das empresas na internacionalização, muito porque não há alternativa, pois esta é o futuro". Referiu ainda que os principais fatores de sucesso das empresas são persistência e resiliência, "porque os resultados não aparecem logo, não é fácil, não é barato, nem rápido". Além disto, é preciso capacidade para internacionalizar, pois "são precisos muitos fatores, sejam humanos ou financeiros", visto que "o que leva à concretização dos negócios é a relação entre pessoas". No entanto, ainda segundo o Diretor de Relações Internacionais da CCIP, a exportação das empresas portuguesas tem sofrido uma evolução para mercados não tradicionais, como África e Indonésia.

Já segundo Eduardo Taborda, um dos aspetos que mais importa na internacionalização são as soft skills, isto porque "num novo país e numa nova cultura, é preciso haver uma 'camaleonização'". Com base na experiência da sua empresa, em que mais de metade do volume de negócios vem de mercados internacionais, este CEO referiu ainda que, de forma a distinguir-mo-nos no estrangeiro, "precisamos ter uma enorme capacidade de adaptação, o que para os portugueses é intrínseco".

Diogo Vasconcelos referiu, ainda nesta perspetiva, que "para mercados diferentes, é fulcral existir um tempo de resposta diferente e mais investimento", visto que "estamos a sair de uma internacionalização ligada ao valor/preço, para uma lógica de dinamismo e diferenciação". E para ter essa capacidade, os apoios são fundamentais.

Para terminar a mesa redonda, Pedro Magalhães, numa lógica mais informal, justificou a boa capacidade de exportação e internacionalização do nosso país com a frase: "Portugal não tem anti-corpos", o que torna a comunicação e negociação com outros países mais fácil.

No final do evento houve ainda oportunidade para que alguns especialistas da Yunit prestassem serviços de consultoria, numa lógica de B2B, a representantes de PME que assistiram à mesa redonda, para as ajudar a descobrir e a desenvolver as suas capacidades de internacionalização.

Este segundo momento da iniciativa "Encontros Yunit Heróis PME, hosted by Victoria Seguros" ficou assim marcado por palavras-chave como "internacionalização", "exportação" e "apoios de investimento". Depois deste debate, as PME que se juntaram ao evento beneficiaram da partilha de histórias e de conselhos por parte de consultores experientes, aumentando a expectativa em relação ao III Encontro, que se realizará no dia 12 de março em Leiria, com o tema Financiamento. Esteja atento ao Canal dos Heróis PME, no Dinheiro Vivo e TSF.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de