Prazo para concorrer ao Prémio Startup do Ano PMS2021 alargado até 3 de outubro

Valor do prémio do Portugal Mobi Summit duplica para dez mil euros e estende-se, este ano, a projetos internacionais.

O prazo de candidatura ao Prémio Startup do Ano PMS2021 vai estender-se até 3 de outubro, prolongando-se assim por mais duas semanas. Este ano o galardão do Portugal Mobi Summit conta com duas novidades face às edições anteriores, quer no valor do prémio, quer no seu alcance geográfico.

O valor do prémio duplica, passando de cinco mil euros para dez mil euros, que serão atribuídos pelo Global Media Group, promotor da iniciativa em conjunto com a StartUp Portugal.

"A única condição associada ao prémio é que o valor seja reinvestido no projeto empresarial vencedor", especifica Pedro Sacramento, da StartUp Portugal.

Pela primeira vez, a iniciativa que premeia projetos associados a soluções para promover a mobilidade sustentável vai estender-se a candidaturas exteriores ao território nacional.

"Nesta primeira fase, é natural que surjam projetos dos países mais próximos, como a Espanha, mas o objetivo é que, no futuro, o Prémio Startup do Ano PMS tenha uma dimensão internacional", refere a responsável.

Nesta edição, o lema do Portugal Mobi Summit radica na ideia: "O Paradigma está a mudar. E nós?" e os temas relacionados com essa alteração de paradigma vão estar em discussão na grande cimeira da mobilidade a decorrer entre 20 e 22 de outubro em Cascais. O evento decorrerá num formato misto, presencial e digital, com uma forte participação de especialistas internacionais do setor público e privado.

Soluções disruptivas são o alvo

Justamente porque tudo está em acelerada mudança na área da mobilidade, em grande parte devido ao desafio climático, este galardão é especificamente orientado para projetos relacionados com a inovação naquilo que está relacionado com a forma como nos vamos mover no futuro. Condução autónoma, conectividade, mobilidade partilhada, eletrificação, logística e operações e outras soluções disruptivas para enfrentar os desafios colocados às cidades são os temas preferenciais que os candidatos devem ter em conta.

"Este prémio é uma oportunidade para as startups desta área se mostrarem ao mercado e aos stakeholders do setor e também um primeiro passo no sentido da sua internacionalização", salienta Pedro Sacramento.

Um exemplo disso mesmo é o da Evio, o projeto vencedor da edição de 2020, de entre uma dezena de finalistas selecionados. Por ter ganho o prémio foi indicado pela Câmara de Comércio Luso-Alemã para a Startup Germany Tour.

Em jeito de balanço da iniciativa, o responsável da Startup Portugal considera que estes tempos de pandemia, em particular, têm mostrado o quão relevantes são as soluções digitais para enfrentar os novos desafios. E mostraram também que a criatividade das startups não estagnou, pelo contrário, acelerou.

Para além do prémio pecuniário de dez mil euros, os vencedores são convidados a juntar-se à EDP Starter Community, uma comunidade da qual fazem parte mais de 260 startups, com possibilidade de acesso exclusivo a conferências, palestras e intercâmbio potenciador de oportunidades de crescimento. Por outro lado, recebem ainda um bilhete para a Web Summit 2021, atribuído pela StartUp Portugal.

O Portugal Mobi Summit é uma iniciativa do Global Media Group e da EDP com a parceria da Viva Verde, CeiiA, Fidelidade, Volvo e Câmara de Cascais.

O regulamento do prémio e o formulário de candidatura podem ser consultados em detalhe em ​​​​​​​www.portugalms.com.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de