O perfil do novo turista pós-pandemia

As empresas no setor do turismo precisam evoluir tão rapidamente quanto o comportamento do consumidor está a mudar. O relacionamento com o cliente não poderá ser transacional - os consumidores vão preferir e confiar nas marcas que se mostrarem humanizadas.

Nos últimos dois anos, as alterações radicais ao nosso estilo de vida levaram os consumidores a tomar decisões mais intencionais, mais conscientes e mais ambiciosas. Depois do enorme teste à resiliência e adaptabilidade, 2022 é o ano em que as pessoas estão a conseguir retomar algum controlo sobre os seus planos.

No que respeita ao turismo, muitas são as tendências no comportamento dos consumidores diretamente relacionadas com a pandemia. Desde logo, uma maior disponibilidade financeira para viajar e para desfrutar das férias tão desejadas. Também a preferência por sistemas de pagamento contactless, ou mesmo check-ins digitais, assim como a prevalência das normas de higiene e segurança fazem também parte das estratégias de resposta à Covid-19 que vieram para ficar.

Cada vez mais, as soluções tecnológicas, aliadas à transparência de marcas globais, dão visibilidade aos esforços ambientais que têm vindo a ser aplicados em todo o setor. Com maior acesso a informação sobre emissões de companhias aéreas, medidas implementadas nas cadeias hoteleiras ou investimentos filantrópicos, os viajantes têm agora a capacidade de incorporar a sustentabilidade em todas as etapas da sua viagem.

As empresas no setor do turismo precisam evoluir tão rapidamente quanto o comportamento do consumidor está a mudar. O relacionamento com o cliente não poderá ser transacional - os consumidores vão preferir e confiar nas marcas que se mostrarem humanizadas.

Por isso, os planos de negócio ou os relatórios de gestão têm que incorporar cada vez mais informação não financeira, na qual sobressaem as questões ambientais e sociais, sem nunca descurar a importância do governo das sociedades, transversal a toda a estratégia da organização. Aos objetivos financeiros, é essencial adicionar objetivos ambientais e sociais.

Estes e outros conteúdos estão disponíveis para ouvir na página do Minuto ​​​​​​​Moneris onde a consultora dá os melhores conselhos de governação para a rentabilização dos negócios das empresas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de