Barragem inaugurada há 50 anos é refresco no interior alentejano

O "Na minha praia" desta semana está por Odemira.

Nasceu num barranco nas margens da ribeira de Mira, onde o Estado Novo construiu há mais de 50 anos a Barragem de Santa Clara, onde esta semana andamos neste "Na minha praia".

Chama-se Maria Odete Oliveira e é uma fonte de cultura e de património desta região do interior do concelho de Odemira. É dinamizadora do Grupo Etnográfico Gentes do Alto Mira e também membro da CACO - Associação de Artesãos do Concelho de Odemira. Maria Odete Oliveira utiliza raízes de urze para "recriar" esculturas, valorizando as suas formas naturais.

Sentamo-nos à sombra, nas margens do rio Mira, onde ainda é apenas ribeira, no meio do monte, onde a serra clama a Odete e nos conta como Américo Tomás e Marcelo Caetano estiveram em Santa Clara a Velha para a inauguração da barragem. A sua presença reuniu por ali uma "grande multidão" e desde esse dia que Maria Odete Oliveira pergunta "de onde veio tanta gente?". Alguns dos presentes estavam ainda "magoados" com a construção da barragem, mas outros estavam com uma "alegria saudável".

Maria Odete "estava na aldeia, num curso na Casa do Povo, sobre formação feminina no meio rural. Assumimos a identidade de alentejanos e vestimo-nos a rigor para distribuir as carnes de vitela assada que foram confecionadas no local da festa", conta. Cinquenta anos mais tarde encontrou o diploma deste curso.

Antes da barragem, a aldeia de Santa Clara a Velha era frequentemente inundada pelas cheias. Maria Odete ainda chegou a ouvir falar dos "incómodos que causava", como por exemplo no campo da bola, onde durante o inverno dificilmente havia jogos. "Depois a aldeia acorria a limpar a zona do campo para poderem continuar a limpar o campeonato", afirma.

O interior do concelho de Odemira, onde a serra que clama a Maria Odete Oliveira filha da terra, filha das margens do Mira, do rio que o Estado Novo travou em Santa Clara com uma barragem. Uma barragem que hoje permite a existência da Praia Fluvial de Santa Clara, por onde andamos esta semana.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados