"Uma montra que dá visibilidade e credibilidade acrescida", empreendedorismo da Rota do Românico

Mil anos de história, de um património histórico-cultural que continua a ser um importante fator de desenvolvimento dos vales do Sousa, do Douro e do Tâmega.

A Rota do Românico foi fundada em 1998 e tem estado na origem de inúmeras iniciativas empresariais: do alojamento turístico à restauração; produtores e comerciantes de materiais com origem nas artes e ofícios tradicionais. Para distinguir, valorizar e criar uma marca, a RR criou o "Selo de Qualidade", que se insere no âmbito do Sistema de Valorização e Produtos e Serviços Turísticos da Rota do Românico, "destinado à promoção de um patamar de qualidade uniforme dos produtos e serviços prestados aos turistas e visitantes da região".

A Rota do Românico já atribuiu 191 "Selos de Qualidade" em quatro fases de candidaturas.

A Cozinha do Românico, em Baltar, Paredes, foi distinguida com o Selo de Qualidade. Pedro Brito, o proprietário, afirma que "esta marca é muito importante, porque é mais um reconhecimento de que o trabalho está a ser bem recebido pela RR. O feedback dos clientes tem sido muito positivo e acredito que este selo trouxe motivação a outros restaurantes e a outras áreas de negócio". Este restaurante foi criado por dois amigos que nasceram no território da RR. Pedro Brito explica que "o objetivo deste projeto é preservar e fazer renascer os sabores tradicionais desta região, aproveitando produtos e produtores locais. A RR tem sido uma mais-valia, reconhecida a nível mundial por tudo o que conseguiram fazer, reconstruir os monumentos e estabelecer uma relação próxima entre o património e as pessoas. Tem sido muito importante para os concelhos que pertencem à RR".

Infusões com História é outro dos projetos que nasceu inspirado pela RR. Miguel Moreira e Valdemar Sousa são os proprietários. "O projeto foi criado por dois amigos que têm interesse pela natureza e em simultâneo pelo nosso território e a gastronomia portuguesa. Nas muitas caminhadas que fazemos no território da RR fomos colhendo plantas, que depois secamos, fizemos infusões e percebemos que tínhamos um produto diferente e criamos a empresa". Miguel Moreira destaca que tem uma grande variedade de produtos associada à RR, as Misturas do Românico. "Trabalhamos as plantas típicas e características deste território, como por exemplo a carqueja ou a urze, entre outros".

Miguel Moreira afirma que a marca RR tem sido muito importante para estimular a economia local e valorizar o que é português. A Infusões com História tem sede em Oliveira de Azeméis, em breve muda-se para Baião, um dos 12 concelhos da RR. Miguel Moreira confessa que espera conseguir um "Selo de Qualidade", "é sem dúvida uma mais-valia, é sinónimo de qualidade e uma montra que dá visibilidade, qualidade, credibilidade acrescida" .

A Rota do Românico atribuiu, até ao momento, 191 "Selos de Qualidade", em quatro fases de candidaturas. A última decorreu entre 10 de julho e 31 de agosto de 2020 e permitiu distinguir mais 66 projetos (foram certificadas 20 unidades de alojamento, 30 restaurantes e 16 produtores/comerciantes de produtos locais, como vinho, doçaria e artesanato).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de