A Apple e a NOS juntaram esforços
Mundo Digital

A Apple e a NOS juntaram esforços

A NOS juntou-se a Apple e tem um tarifário que, em vez da tradicional box, põe em casa dos clientes uma Apple TV 4K.

Num mundo em que cada vez mais o que interessa é a app, a NOS mostra que nem precisa de uma box com o seu logotipo para que os clientes assistam aos conteúdos disponibilizados pela operadora. Se antes, nos telemóveis e nos tablets, já era possível aceder ao universo NOS. Agora, o mesmo passa a ser possível numa Apple TV.

No que diz respeito à configuração, la é muito simples. Basta ligar um cabo HDMI à caixa e à TV. Depois é uma questão de avançar nos menus. Quem preferir pode ligar um cabo de rede para que a ligação à net seja mais estável e rápida do que com WiFi. Se já tiver um iPhone, ou outro dispositivo da marca da maçã, a configuração é ainda mais simples.

Ao que parece, tem as funções a maior parte das funções a que um cliente NOS se habituou a ver na box. Até o videoclube está lá. O mesmo se passa com as gravações e com a hipótese de voltar atrás no tempo e ver programas da última semana.

Mas com esta escolha o cliente passa a ter acesso a outra mundo. O mundo do streaming com selo da Apple. Tem por exemplo um concorrente ao Netflix, com séries e filmes interessantes. Tem também o Apple Arcade que são jogos, que tanto dão nos iPhones ou iPads, como na TV. O Apple Photos também tem lá um ícone.

Convém fazer contas...

Quem já é cliente NOS pode aderir a esta proposta por 5 euros por mês. Isto desde que se aceite a refidelização por mais 24 meses. No entanto, convém ter em atenção que nas lojas esta Apple TV custa 200. Portanto, e fazendo as contas à proposta da NOS, em 3 anos e qualquer coisa a Apple TV como que está paga (porque já se gastaram os tais 200 euros) só que ela não é do cliente.

É da NOS.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de