Acaba em 2023. Série de videojogos FIFA vai dar lugar ao EA Sports FC

A série vendeu mais de 325 milhões de cópias até 2021 numa história de quase três décadas.

A EA Sports anunciou esta terça-feira o fim da parceria com a FIFA, organismo de cúpula do futebol mundial, em torno do videojogo de futebol que leva aquele nome, o que acontecerá pela última vez em 2023.

"Estamos agradecidos pelos nossos muitos anos de grande parceria com a FIFA. O futuro do futebol mundial é brilhante, e a base de fãs em todo o mundo nunca foi tão forte", notou o diretor-executivo da EA, Andrew Wilson.

Após quase três décadas a criar um videojogo de futebol com o nome da FIFA, a empresa introduzirá a partir de 2023 o "EA Sports FC", ao qual já se associaram várias instituições.

"Estamos no clube", escreveram, nas redes sociais, tanto Benfica como FC Porto, com vários outros clubes internacionais e a própria Liga inglesa a associarem-se também à nova nomenclatura.

A FIFA, que tem anunciado mudanças na sua estratégia digital, incluindo com o lançamento da plataforma de streaming gratuita FIFA+, terá oportunidade de mudar a forma como se associa ao mundo dos videojogos e esports.

A série FIFA está listada no Livro dos Recordes do Guinness como a mais lucrativa entre franchises de videojogos de desporto, com mais de 325 milhões de cópias vendidas até 2021.

O videojogo replica no mundo virtual a simulação de um jogo de futebol em si, para além de numerosos outros aspetos, do treino e gestão de um clube a transferências e outras funcionalidades, offline e online, tornando-se ainda um gigante no mundo do jogo competitivo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de