"Lua de Sangue." Vem aí um eclipse lunar total e será visível em Portugal

O fenómeno terá início às 04h29 e terminará às 05h54. A "Lua de Sangue" poderá ser observada a partir de vários pontos do globo.

PorCarolina Quaresma

A semana vai começar com um eclipse total da Lua. O fenómeno vai acontecer durante a madrugada de segunda-feira, 16 de maio, e, de acordo com o Observatório Astronómico de Lisboa (OAL), terá início às 04h29, atingirá o seu máximo às 05h12 e terminará às 05h54. A "Lua de Sangue" será visível não só a partir de Portugal continental e insular, mas também da Europa Ocidental, Médio Oriente, África, América do Sul, América do Norte, Antártida, Oceano Atlântico e Oceano Pacífico.

"A Lua começa a entrar na penumbra da Terra às 02h31 e a partir deste instante a Lua vai escurecendo progressivamente adquirindo tons mais acinzentados. A seguir, às 03h28 a Lua começa a entrar na sombra da Terra, adquirindo tons mais avermelhados e acastanhados. O começo do eclipse total ocorre às 04h29, quando a Lua fica totalmente dentro do cone de sombra da Terra. Embora fique totalmente na sombra, a Lua não deixa de ser visível mas apresenta uma cor avermelhada e acastanhada. O máximo do eclipse ocorre às 05h12 quando a Lua está no centro da sombra da Terra. O instante da fase de Lua cheia ocorre apenas dois minutos depois, às 05h14. Pelas 05h54 termina o eclipse total, ou seja a Lua começa a sair da sombra, perdendo progressivamente o tom avermelhado e ganhando o tom de cinzento-escuro. Por fim às 7h52 a Lua sai completamente da penumbra voltando à sua tonalidade habitual, mas nesta ocasião a Lua já estará abaixo do horizonte", detalha o OAL.

O OAL explica que o eclipse total da Lua "é um fenómeno astronómico em que a Lua adquire um tom avermelhado por mergulhar completamente na sombra da Terra". "Isto sucede quando a Lua, em fase de Lua cheia, passa nos seus nodos ou na proximidade destes."

"Durante um eclipse lunar os raios solares incidem na Lua após atravessarem a atmosfera terrestre onde são dispersados e perdem uma grande quantidade de luz azul e verde. Assim, durante o eclipse, a Lua não é iluminada com luz branca mas sim com luz mais avermelhada", acrescenta o OAL, sublinhando que, "muitas vezes, durante um eclipse total, a Lua adquire uma coloração muito bonita que pode variar de um tom amarelo-escuro a um vermelho-alaranjado bastante vivo, ou mesmo cor de cobre".

Este fenómeno é apelidado de "Lua de Sangue" dado que "durante o eclipse total da Lua, a sombra da Terra (umbra) não é uma região de escuridão total. Embora não receba luz direta do Sol, recebe luz indireta, refratada pela atmosfera da Terra. Essa luz é avermelhada pois os comprimentos de onda menores (luz azul e verde) são filtrados e espalham-se pela nossa atmosfera".

Consulte todos os horários da progressão do fenómeno aqui. O próximo eclipse total da Lua acontecerá no dia 8 de novembro de 2022.

Relacionados

Veja Também

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG