Análise: Uma desilusão chamada Huawei Watch 3

Apesar de o Huawei Watch 3 ser muito completo, a soma das novidades tem um efeito indesejado.

A Huawei preparou uma série de novidades para o seu novo relógio inteligente. Desde logo, este é o primeiro representante do sistema operativo Harmony OS. Com isso, abre-se a porta à instalação de apps no equipamento.

O Watch 3 é também o primeiro dispositivo da Huawei a ter eSIM. Uma tecnologia que permite deixar o telefone em casa e atender chamadas a partir do relógio. Outra novidade é a inclusão de um sensor capaz de medir a temperatura da pele do utilizador.

São muitas coisas novas que se somam a muitas outras (muitas mesmo) que o Huawei Watch 3 herda dos seus antecessores. Desde a monitorização do sono, ao acompanhamento dos treinos, o GPS, a estimativa do SpO2 e por aí fora.

O problema é que o relógio desilude num campo fundamental. Em dois, se na equação também for incluído o preço.

Veja a análise completa no vídeo acima.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de