Asteroide "potencialmente perigoso" passou pela Terra este domingo

Corpo rochoso com mais de 900 metros de diâmetro aproximou-se da Terra sem risco de colisão.

O maior asteroide a aproximar-se da Terra este ano passou, este domingo, a cerca de dois milhões de quilómetros de distância do planeta

O '2001 FO32' tem quase um quilómetro de diâmetro e é "mais rápido que a maioria dos asteroides", viajando a cerca de 124 mil quilómetros por hora.

Os especialistas sabiam que não havia risco de colisão com a Terra, mas este corpo rochoso é classificado como "potencialmente perigoso" devido ao tamanho e grande proximidade, cruzando os céus a uma distância equivalente a cinco vezes a da Terra à Lua.

A aproximação é uma oportunidade única para os astrónomos estudarem a composição desta "relíquia rochosa" formada nos primórdios do universo, explica a NASA.

O asteroide '2001 FO32' pertence à família 'Apollo' de asteroides próximos que orbitam em torno do Sol e podem cruzar a órbita terrestre. Foi observado pela primeira vez em 2001 e tem sido objeto de vigilância apertada desde então.

Nenhum dos grandes asteroides identificados pela NASA corre risco de colidir com a Terra no próximo século.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de