Ataque deixa inoperacionais vários portais moçambicanos na Internet

Entre os alvos estão os portais do Instituto Nacional de Gestão de Desastres, da Administração Nacional de Estradas, da Administração Regional de Águas do Sul ou do Instituto Nacional de Transportes Terrestres.

Vários portais de instituições públicas e governamentais moçambicanas na Internet estão esta segunda-feira parcialmente inoperacionais, substituídos por uma página que anuncia um ataque informático.

"Atacado por 'hackers' iemenitas" é o título, escrito em inglês, da página com uma foto de um homem com uma metralhadora e lenço na cabeça que surge replicada quando se tenta entrar em diferentes 'sites'.

Entre os alvos estão os portais do Instituto Nacional de Gestão de Desastres (INGD), da Administração Nacional de Estradas, da Administração Regional de Águas do Sul ou do Instituto Nacional de Transportes Terrestres (INATTER).

No entanto, no caso do INATTER, o subdomínio exames.inatter.gov.mz, que dá acesso a alunos e escolas de condução, está a funcionar normalmente.

Noutros casos, a página que anuncia o ataque está presente nos 'sites', mas pode passar despercebida e só surgir se for diretamente invocada no endereço, como é o caso do Ministério da Defesa.

A página replicada em todos os 'sites' inoperacionais anuncia no rodapé que houve dados extraídos e que serão vendidos a um preço barato, mas sem exibir evidências.

Ao mesmo tempo, há vários portais institucionais com elevada notoriedade que estão a funcionar normalmente, nomeadamente do Governo, Presidência da República, Banco de Moçambique, Ministério da Saúde, portal Covid-19, Instituto Nacional de Estatística ou Procuradoria-Geral da República (PGR).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de