Como é que um smartphone tão bom tem uma falha tão grande?

Os Pixel não são smartphones muito conhecidos em Portugal. No entanto, são equipamentos reconhecidamente bons e inovadores até.

Há anos que a Google, a criadora do Android, tem a sua marca de smartphones. Não sabia? É natural. A gigante norte-americana nunca mostrou vontade em vende-los em mercados mais pequenos, como o nosso.

Estão disponíveis na América, Reino Unido, França, Alemanha, Espanha, Japão, Austrália, Nova Zelândia e pouco mais.

A solução para quem vive num país onde estes telefones não se vendem (e querem muito ter um) passa por pedir a amigos que vão ao estrangeiro, ou então encomendar numa ou noutra loja online.

Os membros mais recentes da gama são os Pixel 6 e Pixel 6 Pro. Equipamentos muito interessantes, com um processador muito especial e com um sistema fotográfico invejável e que pode ficar a conhecer com maior pormenor na video-análise acima.

É também nesse vídeo que pode ficar a saber mais pormenores acerca do incrível problema de que ambos padecem: em Portugal, o 5G não funciona. Em Portugal e noutros países, entenda-se.

Um problema enorme a ensombrar equipamentos que, não fosse isso, seriam excelentes.

As razões para essa falha não são muito claras, mas a Google é a primeira a dizer que o 5G destes telefones só funciona nos países onde eles estão à venda. E Portugal, Bélgica, Croácia, República Checa e em tantos outros países... oficialmente os Pixel 6 não estão à venda.

Claro que o 5G ainda está longe (está a anos de distância) de ser uma tecnologia determinante, mas mesmo assim, é difícil recomendar a compra de um telefone ao qual falta uma coisa tão básica.

Uma pena porque, não fosse isso, e o Pixel 6 seria um telefone excelente e muito recomendável até porque a Google tem uma política de atualizações que faz com que este telefone tenha uma longevidade bem acima da média.

Veja a análise ao Pixel 6 no vídeo acima e aqui o teste ao Pixel 6 Pro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de