"Esperança", a sonda dos Emirados, prepara-se para chegar à órbita de Marte

Sonda Amal vai monitorizar o clima marciano a partir da órbita do planeta vermelho. Veja em direto.

A primeira de três sondas espaciais que chegam a Marte nos próximos dias prepara-se para entrar na parte final da sua viagem, e também a mais delicada: a entrada em órbita.

A sonda dos Emirados Árabes Unidos "Amal" ("Esperança, em árabe), foi lançada em julho de 2020 e deverá iniciar a sua aproximação ao planeta vermelho a partir das 15h42 (hora de Lisboa).

Aqui ficará, numa órbita especialmente alta - entre 22.000 quilómetros e 44.000 quilómetros - para monitorizar o clima do planeta ao longo de todo um ano marciano, 687 dias.

Para estudar a atmosfera de Marte, esta sonda conta com três instrumentos: um espectrómetro infravermelho para medir a temperatura, um sensor para calcular os níveis de ozono e um espectrómetro ultravioleta para medir os níveis de oxigénio e hidrogénio.

"Amal" tem 1.350 kg e o tamanho de um carro 4x4. Demorou sete meses a percorrer 493 milhões de quilómetros até Marte e deverá transmitir as primeiras informações para a Terra em setembro.

"Como engenheiros e cientistas estamos muito entusiasmados, mas ao mesmo tempo stressados e felizes, preocupados e com receio", afirmou Omran Sharaf, responsável pelo projeto dos Emirados Árabes Unidos.

A segunda a chegar à órbita Marte será chinesa "Tianwen-1" ou "Busca pela Verdade Celestial", menos de 24 horas depois da Amal.

Por sua vez, o rover americano "Perseverance" termina a sua viagem diretamente no solo marciano, à semelhança do que já aconteceu em 2012 com o 'Curiosity', no dia 18 de fevereiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de