Huawei lança P40 Lite com um sensor nada habitual
Mundo Digital

Huawei lança P40 Lite com um sensor nada habitual

Chega hoje às lojas nacionais o novo P40 Lite, da Huawei. É o primeiro membro desta família a sair da toca e tem um sensor de impressões digitais que vai surpreender.

Quanto aos irmãos mais poderosos (o P40 e o P40 Pro), há imensa expectativa, mas esses só irão ser desvendados dia 26, numa apresentação que, claro, nestes dias de COVID-19, decorrerá apenas online.

Assim, para já, o que há é a versão menos poderosa. Pode ficar a conhecê-lo em pormenor no vídeo abaixo.

Prova disso é o ecrã LCD de 6,4". Uma tela que inclui um furo para a lente das selfies de 16MP.

E podia ser aí que se estaria escondido o leitor de impressões digitais, mas não é.

De facto, o P40 Lite não tem leitor de impressões digitais instalado por baixo do ecrã e também não o tem na parte de trás do equipamento. Onde esse sensor está é na lateral do telemóvel. Uma posição muito pouco comum para este tipo de sensores, mas ao mesmo tempo, muito cómoda. Lógica, até. Tanto assim que também serve de botão para ligar e desligar o equipamento.

De resto, nenhuma característica se destaca de forma clara. Tem espaço para dois cartões SIM, uma saída para auscultadores de 3,5mm, 128 gigas de espaço, 6 de RAM e o Android 10.

O que não tem, pelo menos de origem, são os serviços Google. Sem surpresa vem com os Huawei Mobile Services. Ou seja, entre outras coisas, não tem a Play Store da Google. O que há é a AppGallery da Huawei.

Por outro lado, há a elogiar a inclusão de tecnologia de carregamento rápido de 40W.

Quanto às câmeras neste P40 Lite a Huawei optou por um sistema de 4 lentes. O sensor principal é de 48MP com abertura máxima de f/1.8. Sublinhe-se que quanto menor for este número, melhor. Significa que mais rápida é a lente e melhor ela se dá em fotos com pouca luz.

Há também uma ultra grande angular de 8MP, uma lente macro de 2M e, por fim, há ainda aquilo a que a Huawei apelida de lente bokeh. Serve como medidor de distâncias para conseguir desfocar o fundo da imagem.

Falta-lhe, fica evidente, uma lente zoom. Mas por 330 euros era muito difícil a Huawei fazer melhor.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de