Michelin apresenta protótipo de pneu do futuro

A Michelin e a General Motors, apresentaram no primeiro dia da conferência Movin'On, que decorre em Montreal, no Canadá, o protótipo Uptis, uma nova geração de pneus sem ar comprimido para veículos automóveis.

O Uptis (na sigla original Unique Puncture-proof Tire System) foi apresentado por Eric Vinesse, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento do grupo Michelin, para quem o protótipo representa a visão que a empresa tem "a favor da mobilidade durável" e garantiu que, apesar de ser hoje "um conceito, será um dia realidade".

A tecnologia hoje apresentada é o resultado de um trabalho de 10 anos de estudo, de acordo com o responsável, que revelou que o protótipo é "uma estrutura única que junta componente de borracha, alumínio e resina, além de alta tecnologia (não especificada)" o que o torna "extremamente leve e resistente".

Segundo Eric Vinesse, a Michelin, em parceria neste projeto com a General Motors, pensa poder equipar as viaturas com aqueles pneus "em 2024".

A nova tecnologia permite, de acordo com os responsáveis, eliminar o risco de perfurações, "deixando de haver viaturas estacionadas na beira da estrada para trocar o pneu furado", além de reduzir a poluição ambiental dado que atualmente são dispensados "mais de 250 milhões de pneus no mundo".

De acordo com Eric Vinesse, o Uptis irá permitir "mais mobilidade, mais segurança, com um menor impacto ambiental".

O protótipo Uptis representa, de acordo com Eric Vinesse, "um passo decisivo na realização do conceito Vision da Michelin", que foi apresentado na edição de 2017 do Movin'On.

Este conceito é baseado em quatro pilares principais de inovação: "Airless" (sem ar), "connected (conectados), "3D printable" (impressão a três dimensões) e "100% sustainable" (materiais totalmente renováveis ou de base biológica).

A terceira edição da conferência Movin'On Mobilidade Sustentável, sob o mote "passar da ambição para a ação", junta a partir de hoje em Montreal, no Canadá, mais de 5.000 participantes entre empresas, representantes governamentais e académicos.

A edição de 2019 -- Soluções para Ecossistemas Multimodais, centra-se em cinco grandes temáticas: economia circular, transporte de mercadorias e multi-mobilidade, tecnologias inovadoras, descarbonização e qualidade do ar e trânsito urbano multimodal e a sociedade.

Durante três dias, os participantes podem ouvir os especialistas falar sobre como irá desenhar-se o futuro da mobilidade nos transportes e as soluções que podem ser apresentadas em termos de ecossistemas multimodais.

São esperados mais de cinco mil participantes, representando 67 países, delegações de 25 cidades, 155 parceiros e 40 'startups'.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de