Asus Zenfone 6 tem uma câmara impressionante e um preço inesperado

Tem uma bateria muitíssimo espaçosa, uma interface gráfica reformulada, um processador recente, um design engenhoso das câmaras fotográficas e um preço que poucos estavam à espera. É assim o novo telemóvel da Asus, o Zenfone 6.

Já está à venda online, mas é apenas a partir de amanhã que começa a chegar às lojas e às mãos dos compradores. Por cá, vai ser disponibilizado em três versões.

Iguais em quase tudo, menos na memória e no espaço disponível: o modelo base tem 6GB de RAM e 64GB para armazenamento. Pelo meio fica o modelo com a mesma memória, mas mais espaçoso: 128 Gigas. E por fim, o modelo de 8GB de RAM e 256GB para guardar dados.

O ecrã é de 6,4 polegadas (Full HD) e é talvez o ponto em que este telefone deixa a desejar. A tecnologia usada é LCD e fica uns furos abaixo dos ecrãs OLED que estão em todos os topo de gama da atualidade.

Mas de resto é tudo a somar. Por exemplo, a versão do Android é a mais recente e vem num registo quase puro; o processador que a Asus ofereceu a estes telemóveis é o super rápido Snapdragon 855 da Qualcomm; a bateria é de 5 mil mAh, e não há na concorrência quem faça melhor; tem dois slots para cartões SIM e ainda um outro para cartões microSD de até 2TB; leitor de impressões digitais e por fim as câmaras.

A principal é de 48MP e ao seu lado está uma ultra grande angular de 13MP. Têm ótimos pergaminhos e a principal consegue mesmo fazer vídeo 4K a 60 frames por segundo.

E o mais impressionante é que tudo isto se aplica às selfies. Uma proeza da engenharia consegue pôr estas câmaras a servir não só de câmaras traseiras, como também gira-las em 180 graus e pô-las de frente para o utilizador para tirar uma selfie. E isto de forma automatizada, com um pequeno motor. Só de ver impressiona.

E o mesmo se passa com o preço: o modelo base do Zenfone 6 tem isto tudo e não chega a custar 500 euros.

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de