Nunca uma mulher esteve tanto tempo no Espaço. Christina Koch regressa à Terra

A norte-americana Christina Koch passou 328 dias na Estação Espacial Internacional.

A astronauta norte-americana Christina Koch regressou à Terra esta quinta-feira depois de ter passado quase 11 meses a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS). Nunca uma mulher passou tanto tempo no Espaço.

A cápsula Soyuz que transportava Christina Koch, da NASA, o astronauta italiano Luca Parmitano, da Agência Espacial Europeia, e o cosmonauta russo Alexander Skvortsov, aterrou no Cazaquistão depois de um voo de três horas e meia.

"A aterragem aconteceu como estava previsto e a tripulação está bem", anunciou o diretor da Agência Espacial Russa (Roskosmos), Dmitri Rogozin, no Twitter.

"Estou tão emocionada e feliz neste momento", disse Koch, sorridente, ao ser retirada da cápsula.

Christina Koch esteve na ISS durante 328 dias, desde 14 de março de 2019, superando o recorde da também norte-americana Peggy Whitson, que passou 288 dias no Espaço entre 2016 e 2017.

A engenheira de 41 anos já tinha entrado para a história com o primeiro passeio espacial exclusivamente feminino, em outubro de 2019, ao lado da compatriota Jessica Meir.

Numa entrevista esta terça-feira, dois dias antes do regresso à Terra, Christina Koch contou ao canal NBC que aquilo de que sentirá mais saudades é da "microgravidade".

"É muito divertido estar num lugar onde é possível simplesmente saltar entre o chão e o teto sempre que quisermos."

Entre os astronautas do sexo masculino, o recorde absoluto de permanência no Espaço pertence a Valeri Poliakov. Passou 437 dias seguidos na ISS entre 2015 e 2016.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de