Realme X2 Pro: o novo "matador" de smartphones topo de gama

Entre muitos destaques, uma coisa é evidente, no Realme X2 Pro de 256GB a relação qualidade/preço é enorme.

Seja pelo ecrã, pelo processador ou pelo carregador ultrarrápido, o Realme X2 Pro cativa toda a gente. Mas depois vem o preço, que apanha qualquer um desprevenido.

Em termos de custos e qualidade de construção, é fácil apontar a marca como sendo uma das maiores rivais da Xiaomi. No entanto, e no caso especifico da gama X2 Pro, a (outra) fabricante lowcost chinesa fica a ver navios. Não tem nada que se assemelhe a este equipamento e mesmo que tivesse não seria a este preço.

Basta destacar algumas características:
- Processador Qualcomm SnapDragon 855+, o mais rápido do mercado.
- Ecrã AMOLED com taxa de atualização a 90Hz
- Tecnologia UFS 3.0
- Carregamento de bateria tão rápido que impressiona
- 12GB de RAM no modelo menos barato

E diz-se menos barato porque este telemóvel custa 500 euros, mas se fosse de uma marca mais consagrada: Samsung, LG ou Huawei estaria a custar o dobro. É garantido.

Mas também é verdade que no X2 Pro, nem tudo é espantoso:
- Nas fotos, a lente ultra grande angular fica uns furos abaixo do que seria de esperar e a telefoto, que faz um zoom ótico de 2 vezes, precisa de uma boa dose de luz
- Também o acabamento deixa a desejar
- A traseira é um ímane de dedadas
- Não dá a ilusão de ser premium

Ninguém se espanta perante este último lamento, claro que ele não é de luxo, o preço é a prova, mas ao menos podia enganar melhor.

Também é pena que venha com o Android 9, em vez do atual 10.

Mas lá está: o Realme X2 Pro custa menos de 500 euros. Com a Black Friday está até a 450 .

É impossível encontrar um compromisso melhor entre características e preço.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados