Rede social de Trump já está disponível. Estará "totalmente operacional" até ao fim de março

A aplicação "Truth Social" começou a dar os primeiros passos no domingo e espera-se que, até ao final do mês de março, esteja a funcionar na sua plenitude, "pelo menos nos Estados Unidos".

A rede social de Donald Trump, "Truth Social", foi lançada no domingo e deve estar "totalmente operacional" até ao final de março. Este lançamento acontece mais de um ano depois do ex-presidente norte-americano ter sido expulso das principais plataformas.

"Vamos começar a abrir a aplicação para as pessoas na loja da Apple esta semana", revelou Devin Nunes, chefe do Trump Media & Technology Group (TMTG), empresa que controla a "Truth Social", ao canal de televisão FoxNews, em declarações citadas pela AFP.

"Acho que entre agora e o final de março estaremos totalmente operacionais, pelo menos nos Estados Unidos", acrescentou. Devin Nunes deixou o Congresso no início deste ano para liderar o TMTG.

A "Truth Social" ("Verdade Social", traduzido para português) foi apresentada por Trump como uma alternativa ao Facebook, Twitter e YouTube, dos quais foi banido por alegadamente ter incitado à violência dos seus apoiantes antes do ataque ao Capitólio, a 6 de janeiro de 2021.

A AFP tentou contactar a TMTG, mas sem sucesso. De acordo com diferentes declarações, o grupo conta com um capital de 1,25 mil milhões de dólares (aproximadamente 1,1 mil milhões de euros) para fazer face aos seus concorrentes no já saturado mercado de redes sociais populares entre os ultraconservadores, como o Gettr, lançado no início de julho por Jason Miller, ex-assessor de Trump.

Esta segunda-feira é feriado nos Estados Unidos em homenagem aos presidentes do país. Por isso, Donald Trump e a sua esposa, Melania Trump, estão a planear vender 10.000 NFTs (tokens não fungíveis), ilustrando os principais momentos do governo do ex-presidente republicano.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de