Usa TDT e deixou de receber o sinal? Saiba o que deve fazer

O presidente da Autoridade Nacional de Comunicações, João Cadete de Matos, explica o que devem fazer os utilizadores.

Já arrancou a migração da Televisão Digital Terrestre (TDT) para uma nova frequência. Quem vive no município de Odivelas e tem TDT deixou, esta quarta-feira à tarde, de receber o sinal de televisão. O ecrã ficou negro.

O presidente da Autoridade Nacional de Comunicações, João Cadete de Matos, explica o que devem fazer os utilizadores.

"A única coisa que deve fazer quando o ecrã fica preto, que neste caso foi o que aconteceu aqui na antena de Odivelas, é ir ao menu ou ao botão de busca e fazer a sintonia automática das novas frequências. Os sete canais de televisão gratuitos vão ficar ressintonizados na nova frequência e, terminado isso, está feito", explicou à TSF João Cadete de Matos.

Caso os utilizadores não consigam fazer a sintonia dos canais da TDT podem usar uma linha telefónica criada pela ANACOM.

"A ANACOM criou um call center que está a funcionar e os utilizadores que pretenderem podem ligar. O número gratuito é o 800 102 002. Podem telefonar e vão ter um técnico especializado que, consoante o modelo da televisão, vai ajudar o espetador a fazer a sintonia", afirmou o presidente da Autoridade Nacional de Comunicações.

Para evitar burlas, João Cadete de Matos deixa alguns conselhos a quem vai ser afetado pela mudança da frequência da Televisão Digital Terrestre.

"Não tem de fazer compra de novo equipamento, novo televisor ou nova antena. Não tem de pedir a nenhum técnico que venha reorientar a antena ou fazer qualquer instalação. Não tem de ter nenhuma despesa e esse é o primeiro cuidado, não serem enganados e terem de fazer uma despesa que não é necessária", acrescentou João Cadete de Matos.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados