Vyommitra, a primeira mulher robô que a Índia quer enviar em missão espacial

Vyommitra é "metade humanoide" e vai ser capaz de executar funções de suporte de vida, falar dois idiomas e comunicar com os astronautas.

A agência espacial Indian Space Research Organisation (ISRO) quer enviar para o espaço a primeira mulher robô, avança a Sky News. O protótipo batizado de Vyommitra (que traduzindo do sânscrito significa "amigo no espaço") foi revelado na quarta-feira, na sessão inaugural da conferência "Human Spaceflight and Exploration - Present Challenges and Future Trends", em Bangalore, na Índia.

O chefe da ISRO, Kailasavadivoo Sivan, citado pelo canal de televisão britânico, refere que a mulher robô é "metade humanoide", uma vez que não tem pernas.

Segundo o jornal diário indiano The Hindu, Vyommitra foi o centro das atenções, apresentando-se sentada numa mesa, de uniforme e com o seu nome escrito num crachá personalizado. "Eu sou Vyommitra", disse a robô aos visitantes. "Eu posso fazer operações de painel de comutação, funções ECLSS [sistemas de controle de ambiente e suporte à vida], ser uma companheira, conversar com os astronautas, reconhecê-los e também responder às suas perguntas", afirmou a robô metade humanoide, detalhando as suas funções.

Prevê-se que seja capaz de falar dois idiomas para comunicar com o controlo da missão e, possivelmente, no futuro poderá falar com os astronautas. A ISRO espera enviar a mulher robô para o espaço numa missão de teste, ainda este ano.

Este protótipo é o resultado do trabalho de um ano da Unidade de Sistemas Inerciais (IISU) da ISRO. Citado pelo mesmo jornal indiano, o diretor da IISU, Sam Dayala Dev, mencionou que Vyommitra poderá também detetar e emitir avisos, caso as transformações ambientais dentro da cabine fiquem desconfortáveis para os astronautas, e mudar o ar condicionado, assumindo posturas adequadas para executar diversos comandos.

A ISRO vai conduzir duas missões de teste sem tripulação - uma em dezembro deste ano e outra em junho de 2021 - para poder estudar a forma como a mulher robô reage à vida fora da Terra em condições de gravidade zero. Os cientistas preveem que em dezembro do próximo ano Vyommitra possa ser enviada para a missão espacial com tripulação "Gaganyaan".

Kailasavadivoo Sivan disse ao The Times of India, outro jornal local, que este projeto serve para "estabelecer a presença do país no espaço". Esta é a mais recente tentativa da Índia para chegar ao espaço, depois de, no ano passado, o módulo lunar da missão "Chandrayaan-2" ter perdido a comunicação com a Terra.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de