WhatsApp vai permitir encriptar cópias de segurança das mensagens na nuvem

O novo método de segurança vai estar disponível para cópias de segurança que são mantidas em serviços de armazenamento em nuvens de empresas, a Google ou a Apple (Drive e iCloud, respetivamente).

A aplicação digital WhatsApp vai permitir aos utilizadores, nas próximas semanas, encriptar as cópias de segurança das mensagens armazenadas na nuvem, tornando-as incompreensíveis para quem tente lê-las sem uma senha, foi anunciado na sexta-feira pelo Facebook.

"O WhatsApp é o primeiro serviço global de mensagens desta dimensão a oferecer encriptação do início ao fim para as mensagens e cópias de segurança", disse o cofundador e diretor-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, citado em comunicado.

A plataforma do Facebook já criptografa as comunicações entre utilizadores há vários anos, de forma que apenas o remetente e o destinatário possam ser os únicos a verem as mensagens.

"Chegar a este ponto foi um desafio técnico muito difícil que exigiu uma estrutura completamente nova para o armazenamento de senhas e da nuvem em vários sistemas operativos", acrescentou Mark Zuckerberg.

Agora, o novo método de segurança vai estar disponível para cópias de segurança que são mantidas em serviços de armazenamento em nuvens de empresas, a Google ou a Apple (Drive e iCloud, respetivamente).

De acordo com a WhatsApp, nenhum intermediário ou 'hacker' poderá aceder às mensagens sem permissão.

A medida vai implicar que, se o utilizador escolher a nova opção de cópia de segurança, nem a WhatsApp, nem as empresas prestadoras de serviços na nuvem (Google e Apple), nem mesmo as forças de segurança poderão ler as mensagens sem ter uma senha para interpretá-las.

A WhatsApp, adquirida pelo Facebook em 2014, tem dois mil milhões de utilizadores em todo o mundo, sendo a plataforma de mensagens 'online' mais usada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de