10 mil crianças refugiadas desaparecidas desde que chegaram à Europa

Os dados são da Europol, que alerta para o risco dos menores caírem em redes organizadas de tráfico para prostituição e escravatura.

O diretor do Serviço Europeu de Polícia disse ao jornal britânico The Guardian que, só em Itália, desapareceram 5 mil crianças e na Suécia outras mil.

As crianças desapareceram depois de serem registadas nos países de chegada ou asilo. "Não é razoável dizer que estamos a procurar mais de dez mil crianças. Simplesmente não sabemos onde estão, o que estão a fazer ou com quem estão", disse o chefe de gabinete da Europol.

Com a vaga de refugiados que tem chegado à Europa vêm também crianças sozinhas.

A organização Save the Children estima que, só no ano passado, entraram nos países europeus 26 mil menores sem família. A Europol acredita que do milhão de refugiados que chegaram ao Velho Continente durante o último ano, 27% serão menores.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados