A primeira fotografia em mais de um século. As panteras negras estão de regresso?

Um leopardo negro foi fotografado pela primeira vez em mais de um século. A descoberta foi feita no Quénia, quase por acaso, quando um cientista e um fotógrafo estavam a fazer o rastreio dos leopardos.

Nick Pilfold e Will Burrard-Lucas estavam na reserva de Laikipia a instalar câmaras de fotografar quando ouviram rumores de que tinha sido avistado um leopardo negro, conhecido como pantera negra. Este animal, muito raro, tem sido ao longo de décadas sujeito de diversas lendas e histórias contadas à volta das fogueiras em África.

Os dois homens mudaram algumas câmaras e colocaram-nas no local onde alegadamente o leopardo/pantera tinha sido visto. Depois de alguns dias sem sucesso, o fotógrafo reparou numa imagem captada durante a noite. Lucas escreveu no bloque que "não esperava encontrar muita coisa. Enquanto percorria as imagens fiz uma pausa e olhei para uma fotografia onde não parecia haver nada...a princípio não percebi, mas depois vi um par de olhos cercados pela escuridão...era um leopardo negro! Eu não consegui acreditar e demorei alguns dias até interiorizar que tinha realizado um sonho."

A pantera negra é um animal muito raro. O pelo é completamente negro por causa do melanismo, o contrário de albinismo. À primeira vista as panteras são totalmente negras, mas quando são observadas através de uma câmara com infravermelhos é possível ver as manchas típicas dos leopardos. A última vez em que tinha havido um avistamento confirmado tinha sido em 1909, na Etiópia.

"Sempre ouvimos falar dos leopardos negros que vivem nesta região", disse Pilfold ao jornal USA Today. "Estas são, no entanto, as primeiras imagens confirmadas em mais de 100 anos e esta região é o único local conhecido em toda a África onde ele existe."

O avistamento do leopardo negro foi publicado no Jornal Africano de Ecologia.

Este animal está na lista vermelha das espécies ameaçadas, elaborada pela União Internacional para a Conservação da Natureza. A dimensão do declínio populacional ainda é desconhecida. Vários fatores contribuíram para a redução, incluindo a caça, a perda de habitat, a competição pelas presas e os conflitos com gado e fazendeiros.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de