Acordo sobre cimeira Putin-Trump. Pormenores anunciados na quinta-feira

Presidentes dos EUA e Rússia vão encontrar-se e a data e local serão anunciados na quinta-feira,

O conselheiro do Kremlin para as questões internacionais, Iuri Ushakov, disse esta quarta-feira que a Rússia e os Estados Unidos chegaram a acordo sobre uma cimeira entre Vladimir Putin e Donald Trump, cuja data e local serão anunciados na quinta-feira.

Citado pela agência Associated Press, Ushakov precisou apenas que a cimeira se realizará num país terceiro.

A cimeira será constituída por um encontro entre os dois presidentes seguido de uma conferência de imprensa conjunta, disse, acrescentando que Putin e Trump deverão também divulgar uma declaração conjunta.

Ushakov, que anunciou o acordo após o encontro, em Moscovo, entre Putin e conselheiro de segurança nacional norte-americano, John Bolton, disse que as conversações com este responsável foram "construtivas e eficientes".

Antes do encontro com o Presidente russo, Bolton reuniu-se com o ministro dos Negócios Estrangeiros, Serguei Lavrov.

Em ambos os encontros, disse Ushakov, as conversações incluíram o estado das relações bilaterais, o controlo de armas nucleares, o abandono pelos Estados Unidos do acordo nuclear com o Irão e a situação na Síria, Ucrânia e Coreia do Norte.

O conselheiro russo escusou-se a dizer o que a Rússia espera da cimeira, manifestando apenas a expectativa de que dê "um forte impulso" à normalização das relações entre a Rússia e os Estados Unidos e de que seja "o acontecimento internacional mais importante deste verão".

Desde a entrada em funções de Trump, em janeiro de 2017, os dois presidentes só se encontrarem à margem de reuniões internacionais, a mais recente das quais no Vietname em novembro de 2017.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de