Jornalista Aly Silva já foi libertado

O jornalista guineense Aly Silva, que hoje fora detido pelos militares que protagonizaram o golpe de estado nna Guiné-Bissau, foi libertado durante a tarde.

O jornalista, autor de um blogue muito conhecido (ditaduradoconsenso), disse à agência Lusa que esteve detido algumas horas e que não foi maltratado, embora tenha sido agredido quando da detenção.

Aly Silva acrescentou que lhe foi retirado o computador, mas com a promessa de que será devolvido no sábado.

O jornalista disse ainda que, com ele, foram libertadas outras pessoas, nomeadamente alguns guarda-costas do primeiro-ministro detido, Carlos Gomes Júnior, e a cantora Dulce Neves, que tinha sido detida hoje.

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de