Pelo menos 700 imigrantes ilegais entram em Ceuta

Há meses que não havia entradas em massa em Ceuta.

Cerca de 700 imigrantes da África subsaariana entraram esta manhã em Ceuta depois de saltarem as vedações da zona fronteiriça que separa a cidade autónoma de Marrocos.

Segundo o jornal El País, que cita fontes da Guardia Civil, os imigrantes entraram na zona fronteira perto da Fazenda Berrocal, onde existe uma maior facilidade para chegar ao perímetro dado que as câmaras instaladas no local não os conseguem detetar, por haver alguns pontos sem visibilidade.

Por pouco mais de uma hora, os agentes marroquinos e elementos da guarda civil tentaram conter o ataque, mas centenas de imigrantes conseguiram saltar e entrar em Ceuta.

De acordo com as fontes, cinco imigrantes ficaram feridos, bem como mais de uma dezena de oficiais da Guarda Civil, que foram transferidos para o Hospital Universitário de Ceuta.

Os subsaarianos que conseguiram chegar a Ceuta dispersaram-se e correram para o Centro de Permanência Temporária para Imigrantes (CETI), onde os elementos da Cruz Vermelha já haviam sido mobilizados para ajudá-los.

Durante meses não houve entradas em massa através do perímetro de fronteira e a principal via de acesso a Ceuta de Marrocos para os imigrantes era marítima.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de