Cunhado do rei de Espanha tem de pagar 200 mil euros para evitar prisão imediata

O ministério público espanhol pediu ao tribunal de Palma de Maiorca, nas baleares, que o marido da Infanta Cristina, o antigo andebolista Iñaki Urdangarin, pague 200 mil euros de fiança.

Inaki Urdangarin foi condenado a uma pena de seis anos e três meses de prisão, mas o tribunal ainda não decidiu se aplica ou não medidas cautelares enquanto correm os recursos.

O ministério público, através do delegado na inspeção tributária, disse esta sexta-feira em tribunal que o facto de Urdangarin dispor de uma escolta policial de segurança, reduz em muito o risco de fuga, mas não o elimina.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de