EUA 2016

Trump: "É preciso acordar para a realidade" diz o criador do projeto ReFood

Hunter Halder esperava a vitória de Hillary Clinton. Agora está sem palavras e tenta encontrar um lado bom para a vitória de Trump.

Hunter Halder vive há 23 anos em Portugal e esperava a vitória de Hilary Clinton. Antes das eleições falava de Trump como um fenómeno transitório, confiando no juízo do povo americano. Mas enganou-se.

"É um salto para o desconhecido", diz Halder. Tal modo que nem consegue ainda encontrar as palavras que possam qualificar a escolha dos norte-americanos.

Halder fala de democracia em risco e usa a imagem de uma bebedeira para ilustrar a forma como os americanos viveram a campanha. Esperava era que acordassem sóbrios para o dia das eleições. Mas, pelos vistos, "a bebedeira continuou", remata.

Esperar para ver, eis a questão que se impõe a este americano da Virgínia que vive em Portugal há 23 anos. Ele fala de um salto para o desconhecido, um vazio, mas não alinha com a ideia de uma separação entre Trump e o partido republicano.

As mensagens são as mesmas, a diferença está na forma como se comunica. Enquanto o partido falou de forma quase clandestina, Donald Trump passou a chamar as coisas pelos nomes.

O criador do projeto ReFood diz que, às vezes, o mundo precisa de dar um passo atrás para poder avançar e crescer. É essa expectativa que lhe dá esperança para enfrentar os desafios que esta eleição coloca aos norte-americanos.