Mitt Romney quer abrir as janelas dos aviões (com vídeo)

O candidato republicano à Casa Branca disse, durante um jantar de recolha de fundos para a campanha, que não entende porque motivo não é permitido abrir as janelas numa viagem de avião.

O desabafo de Mitt Romney aconteceu um dia depois do avião que transportava a mulher ter aterrado de emergência em Denver, no Colorado, após ter surgido fumo na cabine dos pilotos.

No sábado, durante um jantar de recolha de fundos, em Beverly Hills, na Califórnia, o candidato republicano afirmou, de acordo com o Los Angeles Times, que «quando há um incêndio num avião, não há lugar para fugir e não é possível obter oxigénio do exterior porque não se consegue abrir as janelas. Não percebo porque motivo as janelas não se abrem. É um problema grave. Portanto, é muito perigoso».

As declarações de Mitt Romney tornaram-se rapidamente virais nas redes sociais. Os responsáveis da campanha do candidato republicano à Casa Branca ainda não fizeram qualquer comentário.

As janelas dos aviões a jato estão seladas por motivos operacionais e de segurança. Devido à alta altitude, há pouco oxigénio no exterior e baixas temperaturas. Caso as janelas se pudessem abrir, a diferença de pressão entre o interior e o exterior provocaria a despressurização da cabine, o que obrigaria a uma aterragem de emergência.

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de