450 imigrantes chegam de barco à ilha de Lampedusa

Dois barcos com mais de 450 imigrantes de origem subsariana chegaram à ilha italiana de Lampedusa, onde há poucos dias a polícia marítima descobriu 25 cadáveres a bordo de um barco.

De acordo com a agência Efe, que cita fontes da polícia marítima local, a primeira embarcação que hoje chegou a Lampedusa trazia 304 imigrantes, 52 dos quais mulheres e seis crianças.

O segundo barco, por sua vez, transportava cerca de 150 pessoas e recebeu socorro de três barcos da política marítima a cerca de 60 milhas de Lampedusa.

As fontes citadas pela Efe indicam ainda que foi avistado um terceiro barco que se encontra à deriva em águas da Líbia, a 90 milhas da costa italiana, e do qual «nada se sabe ainda».

Os imigrantes recolhidos pelas autoridades vão agora ser transportados para um abrigo numa antiga base militar na ilha.

Na segunda-feira a polícia marítima italiana descobriu 25 cadáveres a bordo de um barco, que transportava 271 imigrantes e que atracou nesta ilha italiana, anunciou então a agência ANSA, ao citar fonte da capitania do porto.

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de