Autoridades italianas recuperam corpos de 7 emigrantes mortos em naufrágio

A Guarda Costeira italiana recuperou os corpos de sete imigrantes mortos no naufrágio, a meio caminho entre a costa libanesa e a ilha italiana de Lampedusa, de uma embarcação que se dirigia para Itália.

Os corpos recuperados são de três homens e quatro mulheres, noticia a agência de notícias italiana, aumentando assim para 10 o número de mortos neste naufrágio.

A Guarda Costeira já tinha recuperado durante a noite os corpos de três mulheres e socorrido 62 homens e oito mulheres, que foram transportados pela Marinha italiana até à pequena ilha de Lampedusa, não se conhecendo para já a nacionalidade das vítimas ou dos socorridos.

As autoridades foram alertadas por um pedido de ajuda por telefone satélite, tendo avisado as autoridades maltesas e líbias, e foi então que um avião enviado pelas autoridades de Malta localizou a embarcação.

Em setembro, um outro naufrágio de uma embarcação de imigrantes provocou a morte a dezenas de pessoas, segundo testemunhos de sobreviventes, mas apenas seis corpos foram recuperados.

Após o início da chamada 'Primavera Árabe', a Itália viu aumentar o número de embarcações de imigrantes a tentarem chegar às suas costas, em especial Lampedusa, em Calábria e às Pouilles.

Cerca de oito mil emigrantes ilegais conseguiram chegar a Itália através das suas costas entre janeiro e setembro de 2012, de acordo com números do Governo italiano.

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de