crise

Ex-chanceler Helmut Kohl critica Merkel e alerta para perigos na UE

O antigo chanceler alemão Helmut Kohl criticou, esta quarta-feira, a actuação de Angela Merkel e alertou para o perigo de desmoronamento da União Europeia.

Helmut Kohl, que é do mesmo partido que Angela Merkel (CDU), advertiu, numa entrevista à imprensa, para o perigo de um desmoronamento da União Europeia e defendeu o apoio aos países em dificuldades, porque, considerou, não há outra solução para evitar o descalabro da Europa comunitária.

PUB

«Comigo a Grécia não tinha entrado para o grupo» e «a Alemanha nunca tinha violado o pacto de estabilidade», disse, criticando indirectamente Angela Merkel.

«A Europa precisa de um pacote de medidas inteligentes, equilibradas e voltadas para o futuro para podermos regressar ao bom caminho», defendeu o homem que foi chanceler de 1982 a 1998 e que também está descontente com a política externa alemã. «Deixámos de ser um país de actos previsíveis na política externa e interna», considerou.

«Para onde vai, para onde quer ir a Alemanha», perguntou, referindo-se à política transatlântica. Antes era impensável o presidente norte-americano vir à Europa sem passar pela Alemanha, disse, referindo-se à última visita de Barack Obama. «Temos de ter cuidado para não pormos tudo em jogo», rematou.

Também o presidente da República da Alemanha criticou, esta quarta-feira, a gestão da crise na Europa e atacou o Banco Central Europeu (BCE) pelo facto de comprar títulos do tesouro dos países em crise.