Comunicação social

Governo grego anuncia encerramento da rádio e televisão públicas

O executivo helénico entende que a ERT é um exemplo de extraordinária falta de transparência e incrível esbanjamento, o que conduziu à decisão imediata de encerramento deste canal.

O governo grego anunciou o encerramento imediato da televisão e rádio estatais do país, o que vai empurrar 2700 pessoas para o desemprego.

Para o porta-voz do executivo helénico, a ERT é um caso de extraordinária falta de transparência e de incrível esbanjamento, o que levou o governo grego a decretar que o canal deixa de existir como está a partir do final das emissões desta terça-feira.

As emissões da televisão e rádio públicas da Grécia ficarão suspensas até aparecer, acrescenta o governo grego, um novo organismo público, moderno e com muito menos pessoal.

Entretanto, os sindicatos consideraram que o encerramento da ERT é um verdadeiro golpe de Estado.