Ucrânia

Parlamento da Crimeia marca para 25 de maio referendo sobre autonomia

O parlamento da Crimeia, península do sul da Ucrânia, aprovou hoje a realização a 25 de maio de um referendo sobre maior autonomia, anunciou o serviço de imprensa do parlamento.

Sob o controlo de um comando armado pró-russo, o hemiciclo regional também expulsou o Governo local, após uma votação à porta fechada, segundo a mesma fonte.

O dia 25 de maio é aquele em que deverão realizar-se eleições presidenciais antecipadas na Ucrânia, depois da destituição, no sábado, do Presidente Viktor Ianukovitch.

Entretanto o secretário da Defesa norte-americano, Chuck Hagel, juntou-se hoje à NATO no aviso à Rússia para que não empreenda qualquer ação que possa levar a mal-entendidos e aumento da tensão na Crimeia, península de maioria russófona.

Por outro lado, o ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Sergey Lavrov, esteve ao telefone com o secretário de Estado norte-americano, John Kerry.

Os dois prometeram cooperar para resolver a crise na Ucrânia, ainda mais acessa pela intenção de mais autonomia para a estratégica região da Crimeia.