Refugiados

Repórter de imagem húngara despedida depois de rasteirar refugiado

Uma repórter de imagem húngara foi despedida depois de ter sido filmada a passar uma rasteira num refugiado sírio que carregava uma criança nos braços, enquanto fugia da polícia perto da fronteira com a Sérvia.

Petra Lazlo trabalhava na televisão local e filmava o momento em que um grupo de refugiados corria a fugir da polícia. Estes refugiados faziam parte de um conjunto de 1500 pessoas que tinham esperado durantes horas numa zona perto de Roszke, a primeira paragem antes de chegar ao campo de registo.

PUB

Um outro repórter de imagem registou esse momento em que Petra Lazlo passa a rasteira ao homem com uma criança nos braços, que cai no chão.

O vídeo tornou-se viral depois de ter sido divulgado no twitter pelo repórter alemão Stephan Richter. Surgiram muitos protestos condenando o comportamento da camerawoman. A estação de televisão onde ela trabalhava tratou rapidamente de emitir um comunicado onde escreve, segundo o The Telegraph, que ela "atuou de forma inaceitável" e, por isso, foi despedida.