Gilberto Gil deixa cargo de ministro da Cultura

Gilberto Gil anunciou, esta quarta-feira, a sua saída do cargo de ministro da Cultura brasileiro, alegando dificuldades em conciliar as funções governamentais com a carreira artística. O cantor revelou que desde o primeiro mandato que pretendia afastar-se.

O cantor e compositor Gilberto Gil anunciou, esta quarta-feira, em Brasília, a sua saída do cargo de ministro da Cultura, função que ocupava desde o início do Governo do presidente Lula da Silva, em Janeiro de 2003.

Gilberto Gil alegou dificuldades para conciliar as atribuições oficiais do cargo de ministro da Cultura com a sua carreira artística.

«Desde o primeiro mandato já era minha intenção afastar-me, mas ainda assim atendi ao pedido do presidente no sentido de permanecer mais algum tempo», disse.

No entanto, continuou, já existem condições para um afastamento «sem dificuldades maiores do ponto de vista político» para Lula da Silva e «do desempenho técnico do ministério».

O cantor será substituído interinamente pelo actual secretário-executivo do Ministério da Cultura, Juca Ferreira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de