Governo português revela "séria preocupação" com novos conflitos na Crimeia

Gabinete do ministério dos Negócios Estrangeiros pede "contenção".

A situação de tensão entre a Ucrânia e a Rússia no mar de Azov despertou no Governo português uma "séria preocupação".

Num comunicado, o gabinete do Ministro dos Negócios Estrangeiros classifica de "graves" os incidentes ocorridos entre russos e ucranianos no estreito de Kerch e reafirma o apoio à "soberania e integridade territorial da Ucrânia", repetindo uma ideia já transmitida, na tarde desta segunda-feira, pela Nato.

O Governo português pede ainda "contenção" a todas as partes envolvidas e defende que deve ocorrer a "restituição imediata à Ucrânia dos navios apreendidos", pedindo ainda o desbloqueio da passagem marítima no estreito de Kerch.

Este domingo, as forças russas impediram três navios ucranianos de entrarem no mar de Azov , despoletando um novo momento de tensão na Crimeia. Leia tudo sobre o desenrolar deste conflito aqui .

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de