Hungria confirma construção de um novo muro para travar refugiados

O governo húngaro justifica a decisão com o reforço da segurança no país. Um primeiro muro foi construído em julho de 2015, agora a Hungria vai reforçar a barreira no sul do país.

O governo húngaro diz que o país está pronto para iniciar a construção de um novo muro nas fronteiras do sul do país, junto à Sérvia, para impedir a entrada de migrantes e refugiados.

A intenção tinha sido anunciada em agosto do ano passado. Esta quinta-feira, Janos Lazar, o chefe do gabinete do primeiro-ministro anunciou, em conferência de imprensa, que já há planos para erguer também novos acampamentos nas fronteiras, onde os migrantes vão ficar retidos a aguardar pela resposta aos pedidos de asilo.

O governo considera que a presença no país de quase 600 migrantes coloca em risco a segurança. Nesta altura, os refugiados estão a ser levados para campos abertos onde aguardam a regularização das suas situações.

O primeiro-ministro Viktor Orban espera que a construção de uma nova linha de contenção limite o movimento de migrantes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de