Berlim

A Sinagoga que sobreviveu à primeira noite do extermínio nazi

A Nova Sinagoga de Berlim foi das poucas que, há 80 anos, sobreviveu à "Kristallnacht", a noite que deu início à "Solução Final" perpetrada pelo regime nazi.

Dois agentes da polícia de Berlim percorrem parte da rua. Além deste espaço, em Oranienburger Strasse, todos os edifícios ligados à comunidade judaica têm segurança.

Há 80 anos, a polícia não são não protegeu as sinagogas da Áustria e da Alemanha como, em muitos causas, as deixou arder. Mas houve exceções.

A Nova Sinagoga sobreviveu à noite de 9 de novembro de 1938, quando mais de mil foram queimadas e destruídas. Foi o chefe da polícia da capital que obrigou os bombeiros a apagarem o incêndio deste espaço que acabou por ser destruído pelas bombas, anos mais tarde.

Os guias turísticos e administradores do blogue Agenda Berlim, Pacelli Luckwu e Nicole Plauto, partilham a história da "Pogromnacht", a noite da perseguição aos judeus, e da Nova Sinagoga de Berlim.

  COMENTÁRIOS