G20

"Bem-vindo ao inferno" ou "make love great again"

São duas das mensagens que vão receber Donald Trump, quando o presidente dos Estados Unidos chegar na sexta-feira a Hamburgo, para a cimeira dos 20 países mais ricos do mundo.

O avião presidencial deve aterrar por volta das 15h. À mesma hora, dezenas de milhar de pessoas são esperadas na lota de Hamburgo para protestar contra o encontro dos líderes mundiais. É daí, do mercado do peixe, que os manifestantes seguem para norte da cidade, que acolhe a cimeira.

A polícia espera cerca de 100 mil pessoas na cidade. Entre eles, oito mil são apontados como violentos, dispostos a provocar confrontos e distúrbios na multidão. Foram destacados mais de 20 mil policias para enfrentar a promessa dos manifestantes e bloquear as estradas na cidade.

A agência Reuters conta que os moradores de Hamburgo estão descontentes. Receiam prejuízos materiais.
Ontem à noite, um incêndio num posto automóvel destruiu oito carros. A polícia diz que não há provas, mas admite que o incidente esteja relacionado com o G20.

A cimeira está também a ser aproveitada pelos comerciantes locais. Um produtor de bebidas divulgou um poster com uma fotografia de Donald Trump (e também do presidente russo Vladimir Putin e do turco Recep Tayyip Erdogan) e em que se lê: "Wake up, man. Drink Fritz Kola!" ("Homem, acorde. Beba Fritz Kola!").

O presidente norte-americano está mesmo na mira de todos. Uma das manifestantes acusa Trump de ser o líder mais egocêntrico e incómodo de toda a cimeira do G20.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

  COMENTÁRIOS