Jerusalém

Berlim "não apoia" decisão de Trump

Merkel defende uma solução negociada entre os dois Estados.

A chanceler alemã, Angela Merkel, declarou que o seu Governo não apoia a decisão do Presidente norte-americano, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como capital de Israel.

O executivo alemão "não apoia esta posição, porque o estatuto de Jerusalém só pode ser negociado no âmbito de uma solução de dois Estados", disse a chanceler, citada numa publicação do seu porta-voz, Steffen Seibert, na rede social Twitter.

  COMENTÁRIOS