Comparado a Kennedy e a Obama, a nova estrela dos democratas avança para as presidenciais

Beto O'Rourke, um texano de 45 anos, foi uma das grandes surpresas das intercalares de novembro do ano passado e é considerado a grande esperança do partido democrata para 2020.

O anúncio oficial foi feito através do Twitter: Beto O'Rourke é o novo candidato democrata à Casa Branca. Num vídeo divulgado ao inicio da tarde ele promete lutar contra as alterações climáticas, pelo direito à saúde e pela América rural. Garante que vai fazer uma campanha positiva.

Depois de vários meses de silêncio, O'Rourke decidiu responder de forma positiva aos apelos que lhe têm sido feitos. Em novembro, perdeu a corrida ao Senado contra o republicano Ted Cruz, mas conseguiu o melhor resultado alcançado por um democrata no Estado conservador do sul do país.

Beto O'Rourke é muitas vezes comparado a John F. Kennedy por causa da juventude e do carisma, e a Obama por causa do estilo e das ideias que defende.

Nas primárias, vai juntar-se a pelo menos mais 14 candidatos, entre eles Kamala Harris, senadora pela Califórnia, Elizabeth Warren, senadora do Massachusetts, e Bernie Sanders, senador do Vermont. Este último foi o grande opositor de Hillary Clinton nas primárias de 2016.

Entre os democratas falta apenas esclarecer se o antigo vice-Presidente Joe Biden decide, ou não, avançar com a candidatura.

Quem é Beto O'Rourke?

Nasceu em setembro de 1972 na cidade de El Paso como Robert Francis O'Rourke. O diminutivo Beto foi-lhe dado pela família, para que não estivesse sempre a ser confundido com o avô. Na campanha para as intercalares Ted Cruz acusou-o de usar o nome para cativar os eleitores hispânicos, mas ele respondeu mostrando fotografias de infância onde aparece com camisolas onde se pode ler "Beto".

Fluente em castelhano, o político texano tem raízes irlandesas e galesas. Durante a juventude teve alguns encontros com a policia por ter entrado ilegalmente nas instalações de uma universidade e por ter conduzido sob o efeito do álcool. Os processos nunca chegaram a julgamento, mas o político nunca os escondeu.

Antigo músico de bandas punk rock, é visto como uma estrela em ascensão no Partido Democrata, alguém que pode atrair grandes multidões e financiamento. Na campanha para as intercalares, conseguiu donativos no valor de 80 milhões de dólares. Mais de metade desta verba foi conseguida através da internet e doada por cidadãos anónimos. O'Rourke fez questão de não aceitar um cêntimo dos comités políticos do Partido Democrata.

O pai, Pat, era um politico que concorreu e foi eleito em diversas eleições locais. Beto ia com ele nas campanhas e foi assim que tomou contacto com o mundo da politica. O pai incentivava-o a cumprimentar as pessoas durante as iniciativas de campanha e O'Rourke recordou mais tarde que "odiava aquilo. Não é algo que alguém com 10 anos goste de fazer, e eu não queria. Era um miúdo desajeitado e tímido e resistia aos incentivos do meu pais, mas hoje em dia agradeço essa minha experiência."

Licenciado em literatura inglesa, foi eleito para o Conselho Municipal de El Paso em 2005, e manteve o cargo até 2011. Um ano depois conseguiu a eleição para a Câmara dos Deputados, mas em 2018 optou por não se recandidatar e optou por tentar conquistar um lugar no Senado.

Nos assuntos políticos que mais dividem os norte-americanos, Beto O'Rourke sempre se opôs à ideia de Donald Trump de construir um muro na fronteira sul do país. Originário de uma cidade junto ao México, onde existe uma grande comunidade hispânica, recusa a demonização que tem vindo a ser feita dos imigrantes. Quanto ao porte armas, O'Rourke é defensor de um maior controlo na concessão de licenças e da proibição de venda de armas de assalto. O democrata admite, no entanto, que tem armas em casas.

O texano é um defensor de consensos com os republicanos e por isso é considerado muito conservador pela ala mais à esquerda do partido democrata.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de