ONU

Coreia do Norte. Secretário-geral da ONU espera que "bom senso prevaleça"

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres afirmou hoje, em Bruxelas, que está à espera que o "bom senso prevaleça", depois do regime norte-coreano se mostrar irritado com Seul e Washington.

António Guterres espera por "bom senso", para que possa realizar-se o segundo encontro entre norte e o sul, na península coreana, cancelado esta manhã, bem como a cimeira entre Kim Jong Un e Donald Trump, marcada para 12 de junho.

"Espero que no final o bom senso prevaleça e que as cimeiras tenham lugar e espero que sejam bem-sucedidas", afirmou António Guterres, horas depois do regime norte coreano manifestar irritação, relatando manobras militares, levadas a cabo por Washington e por Seul, junto à fronteira das duas coreias.

Em declarações em Bruxelas, à margem de um encontro com o presidente da Comissão Europeia, o secretário-geral das Nações Unidas lamentou o retrocesso "de décadas", que tem tornado o mundo num lugar "perigoso".

"Vivemos num mundo perigoso. Pela primeira vez, em muitas décadas, os tratados de não-proliferação, tanto para as armas nucleares, como para armas químicas estão postos em causa", considerou.

"Temos a Guerra Fria de volta. Com uma diferença, não há hoje os mecanismos que existiram na anterior Guerra Fria, de diálogo, de contacto ou de controlo, para nos assegurarmos de que as coisas não entram numa espiral descontrolada, através de algum tipo de incidente", disse.

  COMENTÁRIOS