Lula da Silva já se entregou à Polícia

Depois de ter sido impedido de sair pelos apoiantes, o ex-Presidente do Brasil saiu do Sindicato dos Metalúrgicos dentro de um carro da Polícia. Na prisão de Curitiba, há manifestantes a celebrar.

Lula da Silva foi condenado em julho do ano passado pelo juiz federal Sérgio Moro a nove anos e seis meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e branqueamento de capitais no caso do apartamento triplex no Guarujá. Uma pena que foi aumentada para 12 anos e 1 mês de prisão, pelos juízes desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

A defesa de Lula da Silva tentou, através de recursos preventivos de 'habeas corpus', evitar a prisão antecipada, mas tanto o Superior Tribunal de Justiça (STJ) como o STF negaram essa possibilidade.

Os advogados do antigo presidente anunciaram que apresentaram, esta sexta-feira, um novo recurso perante o STJ para travar a iminente prisão do ex-líder sindical e ex-Presidente do Brasil. Um pedido que foi, mais uma vez, recusado pelo juiz Felix Fischer, relator da Lava Jato.

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de